crescimento-setor-solar-no-brasil_mail

Por se tratar de uma energia segura e limpa, que respeita os acordos e as legislações ambientais relacionados à redução da emissão de gases na atmosfera, a projeção de crescimento para o setor solar vem se destacando no Brasil.

A diversificação da geração de energia também vem acontecendo a passos largos no âmbito mundial. Basta notar como a identificação dos custos e benefícios socioambientais e econômicos promovidos pela geração de energia renovável tem elevado o número de adesões, principalmente à geração de energia solar fotovoltaica.

Fatores de desenvolvimento do setor de energia solar

Apoio do Governo:

O governo federal tem incentivado o desenvolvimento da geração de energias renováveis no país. A Resolução Normativa 482/2012 garante a compensação para produtores de energia, autorizando a instalação de sistemas fotovoltaicos em locais com múltiplas unidades consumidoras, como os condomínios. Ela permite, ainda, o autoconsumo remoto, de forma simples, rápida e menos burocrática.

Incentivos e financiamentos:

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) oferece financiamentos de até 80% dos sistemas solares que utilizem equipamentos produzidos no Brasil, com taxas de juros entre 4,03% e 4,55% ao ano, prazo de amortização de até 12 anos e carência de até 2 anos.  Permitindo inclusive, o acesso ao financiamento de sistemas de geração de energia solar para pessoa física.

Outro fator que colabora com o crescimento deste mercado é a concessão de incentivos fiscais e tributários para quem investe na geração distribuída de energia renovável.

Esta isenção tem incentivado a população e empresas a investirem na geração de sua própria energia. Com a adesão à isenção do ICMS, os estados estarão promovendo novos investimentos e a geração de empregos.

Investimento garantido:

Em termos de investimentos, vale ressaltar que a instalação do sistema fotovoltaico apresenta taxas de retorno mais satisfatórias que a aplicação financeira de renda fixa.

Investindo cerca de R$ 5 mil, é possível reduzir os gastos com energia elétrica para uma família de baixa renda em aproximadamente 70%. Para uma residência de classe média, o investimento gira em torno de R$ 15 a 20 mil, sendo que o retorno do investimento acontece entre 5 e 7 anos.

Estados que investem nessa tecnologia têm suas economias locais impulsionadas. E as unidades consumidoras que utilizam o sistema apresentam redução de 80% nas contas de energia elétrica.

Projeção de crescimento para o setor solar

Além dos fatores mencionados, o crescimento da geração de energia solar é impulsionado, principalmente, pela redução de 75% no preço dos equipamentos nos últimos 10 anos. E pelo aumento de preço da energia elétrica que, segundo o Ministério de Minas e Energia, é de 499% desde 2012.

Há um ano, a capacidade de energia elétrica gerada pelas placas solares, em Geração Distribuída, no Brasil tinha condições de fornecer energia para 60 mil residências, hoje esta capacidade é 10 vezes maior. Atualmente o Brasil possui 31.198 usinas de produção de energia, das quais, 31.002 são de energia solar fotovoltaica.

A potência total instalada de geração distribuída é de 376.814,51 kW até o momento. Só de solar, são 292.830,55 kW. No total, são mais de R$ 2,1 bilhões investidos desde 2012 no País.

A Aneel prevê que o número de consumidores domésticos que recebem os créditos de mini e microgeração distribuída salte dos 23.794 atuais para 808.357. E que os consumidores comerciais aumentem de 3.040 para 78.343 até o ano de 2024.

Mesmo na crise econômica do Brasil, o setor estima para este ano de 2018 a instalação de mais de 3 GW contratados através de leilões.

Para 2030, a projeção para o Brasil é de estar entre os cinco primeiros países em potência instalada anual, representando duas vezes mais o valor de uma hidrelétrica e um faturamento aproximado de 100 bilhões.

Importância da estruturação do projeto

Estes números demonstram a segurança e potencial de retorno financeiro dos investimento em geração de energia solar. Porém, o êxito da instalação do sistema fotovoltaico depende da estruturação bem elaborada do projeto.

A presença de uma assessoria especializada na viabilização financeira de projetos de energia auxilia na mitigação dos riscos e na otimização do investimento.

Garanta o sucesso do seu projeto de energia consultando a Atla Consultoria agora mesmo.


Notice: get_currentuserinfo está obsoleto desde a versão 4.5.0! Use wp_get_current_user() em seu lugar. in /var/www/54.208.63.33/htdocs/wp-includes/functions.php on line 3766