energia solar

Considerando a incidência solar, o Brasil tem um alto potencial de liderar a produção de energia por meio da energia solar.

Só para se ter uma ideia, países que lideram o uso da energia fotovoltaica, como a Alemanha, têm a radiação solar 40% inferior à região menos ensolarada do Brasil. Então, imagine a capacidade de energia solar em solo brasileiro. Na verdade, não é preciso imaginar. Já se sabe que o País é o que tem maior irradiação solar em todo o mundo. São cerca de 3 mil horas por ano.Energia solar já é realidade em países desenvolvidos

Falar em energia solar e em seu uso como principal forma de obtenção de energia pode parecer algo ainda distante no Brasil. Mas, esta realidade é bem diferente em outros países de 1º mundo como a Alemanha, França e até mesmo em países em desenvolvimento como a Índia.

Nestes lugares, a pesquisa sobre a captação e uso da energia solar não são assuntos novos. Você sabia, por exemplo, que existe um país que conta com 70% de suas residências capazes de fazer uso da energia solar para garantir o aquecimento? Este país é Israel, que já vem discutindo esta tecnologia desde 1950.

5 motivos porque a energia solar é mais benéfica

  1. Disponibilidade:Com a crescente evolução tecnológica e o aumento do acesso à informação, tem crescido também a demanda por energia. Seja na escala residencial ou industrial, é possível sustentar ou aumentar esta demanda sem que se faça o uso das energias renováveis. No caso da energia solar, além de ser uma fonte inesgotável de energia, não se depende tanto da região geográfica. Embora existam regiões com maior incidência solar do que outras, isso não é determinante para uso da energia fotovoltaica, basta ver o exemplo dado no início do texto na comparação Brasil e Alemanha.
  2. Impacto ambiental: A energia solar é uma das chamadas energias limpas e seu uso não traz danos ao meio ambiente, pois além de não ser poluente, não contribui com o aumento do efeito estufa.
  3. Geração de empregos: Por ainda ser um mercado em expansão, há grandes oportunidades para criar empregos atrelados à pesquisa, captação e geração de energia solar. Quanto mais pesquisadores estiverem dedicados ao tema, mais rápido a tecnologia irá evoluir e, com isso, tornar os custos mais viáveis.
  4. Novos negócios: Não são só as grandes empresas que podem se beneficiar com a energia solar. As chamadas PMEs, pequenas e médias empresas, têm muita oportunidade, seja para a aplicação em sua indústria ou até mesmo para criar novos negócios que estejam atrelados a esta forma de geração de energia.
  5. Baixo custo de manutenção: Embora os investimentos para a captação de energia solar em maior escala sejam altos, também é claro o retorno do investimento. Tanto pelo mercado em expansão, quanto pelo baixo custo de manutenção a longo prazo.

Energia solar no Brasil hoje

O assunto ainda é recente no País. A primeira usina fotovoltaica com capacidade para gerar energia em escala comercial foi inaugurada há 6 anos, no Ceará. A energia solar representa hoje menos de 0,02% de toda a energia gerada no Brasil.

A boa notícia é que o governo brasileiro definiu como meta estar entre os 20 países com maior geração de energia solar em 2020. Esse objetivo foi traçado em 2014. Agora, com a aproximação da data, a tendência é que continuem surgindo oportunidades de financiamento para viabilizar e estimular este mercado.

Ficou interessado no tema? Converse com a Atla para saber como financiar seu projeto de energia!

AT_CTA_Rodape_eBook05_SubstituicaoInvestimento


Notice: get_currentuserinfo está obsoleto desde a versão 4.5.0! Use wp_get_current_user() em seu lugar. in /home/prsab8yx/public_html/atlaconsultoria.com/wp-includes/functions.php on line 3753